Toneladas de pedras desabam hoje (14) sobre a rodovia Rio-Santos em São Sebastião

Pedras ocuparam toda a pista, deixando livre apenas o acostamento

Pedras ocuparam toda a pista, deixando livre apenas o acostamento

Um deslizamento de pedras, por volta das 12h, na altura do quilômetro 117, no bairro Cigarras, Costa Norte de São Sebastião, causou a interdição da rodovia Joaquim Hipólito do Rego, que liga a cidade a Caraguatatuba.

Equipes da Dersa, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e do Departamento de Trânsito de São Sebastião, estão no local acompanhando a ocorrência e analisando as providências de desobstrução para liberação da pista, bem como a situação da encosta, que está com o solo encharcado pelas chuvas dos últimos dias.

Não há notícia de pessoas feridas ou carros atingidos no momento do deslizamento.

Acredita-se que dentro de meia hora metade da pista seja desobstruída e o sistema de “pare e siga” iniciado, de modo a permitir a liberação dos veículos que estão no congestionamento provocado pela ocorrência. A desobstrução da rodovia – de responsabilidade da Dersa – deve ser feita com ajuda de homens e equipamentos da Regional Costa Norte, da Secretaria das Administrações Regionais da Prefeitura de São Sebastião.

Atualização da matéria em 15/09 as 10h
A rodovia Rio-Santos (SP-55) foi interditada parcialmente na manhã desta terça-feira (15) em São Sebastião (SP). O motivo é o risco de novos acidentes na altura do km 117, após os deslizamentos de pedras que aconteceram nesta segunda-feira (14).
Segundo Defesa Civil, o bloqueio na pista sentido São Sebastião começou por volta das 10h e segue por tempo indeterminado. No local, é feita a retirada de pedras que possam causar deslizamentos futuros. A obra de contenção pode levar até dois dias.

A Polícia Rodoviária Estadual realiza operação ‘pare e siga’ para que o trânsito possa fluir nos dois sentidos e não há congestionamento no trecho.

Mais interdição

Em Boiçucanga também haverá interdição na rodovia pela manhã desta terça-feira (15). A Defesa Civil de São Sebastião informa que no quilometro 161 mais 300 metros, será realizado supressão em uma árvore que apresenta risco de queda. “Também interromperemos o trânsito em Boiçucanga, às 8h. Mas deve ser uma ação rápida. A interdição deve durar cerca de 1 hora. Ao contrário das Cigarras, que levará bem mais tempo”, avalia Carlão.

Outras ocorrências

A Defesa Civil de São Sebastião retirou árvore de 12 metros, com 60 centímetros de diâmetro, que caiu, por causa da chuva, sobre residência em Maresias, bairro da Costa Sul da cidade, na manhã dessa segunda-feira (14). O incidente foi registrado na Rua Clodovil Moreira.

Segundo o chefe da Defesa Civil, Carlos Eduardo dos Santos, o Carlão, não houve feridos, apenas danos materiais. “A árvore atingiu o muro e a casa, além de causar também avaria em um carro que estava próximo a residência”, relata Carlão.

De acordo com a Defesa Civil, também foram registrados pontos de alagamento ao longo do município em razão das recentes chuvas. Uma ação de vistoria em áreas de risco, em toda a extensão do município, foi realizada durante esse fim de semana.

“Houve princípio de alagamento na Lobo Guará, em Cambury, com a chuva da manhã, mas nada alarmante. Também verificamos outros pontos de alagamentos no Centro e nas costas Norte e Sul, mas nada que trouxesse riscos à população”, explica Carlão.

No último sábado (12), o Corpo de Bombeiros solicitou à Defesa Civil apoio em registro de incêndio na Costa Sul do município. Na ocasião, a Defesa Civil atendeu a chamada para um princípio de incêndio na caixa de energia de um restaurante da Rua Nova Iguaçu, em Maresias. “O fogo foi controlado pela equipe. Não houve feridos, apenas algumas avarias”, comenta Carlão.

(LR/JC)

Foto: Divulgação/PMSS

(WS)

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam