Queiroz Galvão repassa à prefeitura R$ 13,8 milhões de impostos em São Sebastião

 Obra são realizadas na Enseada, São Francisco, Morro do Abrigo e Topolândia

Obra são realizadas na Enseada, São Francisco, Morro do Abrigo e Topolândia

A Construtora Queiroz Galvão S/A, responsável pela construção dos lotes 3 e 4 do empreendimento Nova Tamoios Contornos, já repassou à Prefeitura de São Sebastião mais de R$ 13, 8 milhões em Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) desde o início das obras no município.

O valor é o total computado até o mês de agosto. Segundo o diretor de contrato, Ernesto Camarço, apenas os lotes 3 a 4 do empreendimento Nova Tamoios Contornos, geram tributos na ordem de R$ 1 milhão/mês e este volume deve chegar a R$ 2 milhões no pico do empreendimento, quando todas as frentes estiverem abertas. A principal dela é a construção do elevado na Topolândia, cujo projeto está em fase de definição.

“Este é um dos benefícios que a obra traz para o município e assim deve permanecer até o seu término”, diz Camarço. Ainda segundo ele, outro recurso que chega aos cofres públicos é o pagamento de aluguel da área de 60 mil metros quadrados onde está instalado o canteiro da Construtora Queiroz Galvão, no Jaraguá.

Pelo terreno a empresa paga em torno de R$ 34 mil por mês de aluguel. Somando todo o período que a empesa montou sua base no local, já foram mais de R$ 650 mil repassados ao município.  “Vale ressaltar que as benfeitorias feitas na área devem ficar para o município após o término dos trabalhos”, explica Fabrício Griebeler, gerente administrativo e financeiro da obra.

Atualmente, a empresa conta com mais de 1 mil colaboradores diretos, dos quais 506 são de São Sebastião e 210 da microrregião, perfazendo 70% do total.  Outros 203 trabalhadores são de empresas subcontratadas, sendo 86 somente de São Sebastião e 124 da microrregião.

Sobre a Nova Tamoios Contornos

 A obra da Nova Tamoios Contornos em São Sebastião é executada pela Construtora Queiroz Galvão, responsável pelos lotes 3 e 4. O empreendimento faz parte de um pacote do Governo do Estado de São Paulo para o desenvolvimento do Litoral Norte, o que aumentará a segurança viária e facilitará a chegada dos turistas que buscam as praias mais bonitas do Estado. A ordem de início foi dada pelo Governo Estadual em junho de 2014. O prazo de conclusão é de 36 meses. Os cerca de 9,3 quilômetros dos lotes 3 e 4 têm investimento de R$ 818 milhões. São seis quilômetros de túneis (3) e outros três quilômetros de viadutos (5), além de terraplanagem. Os métodos de construção utilizados nos túneis são o NATM (New Austrian Tunneling Method) para os trechos em solo e o Drill & Blast , que prevê a perfuração e detonação do maciço rochoso, para os trechos em rocha. A expectativa da companhia é contar com aproximadamente 1,5 mil empregados no auge da obra.

 

Foto: Divulgação/Mara Cirino

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam