Queiroz Galvão escolhe São Sebastião para contratações de funcionarios apesar de Felipe Augusto querer para Caraguatatuba

Para o superintendente de contratos da Queiroz Galvão, Francisco Ranulfo Rodrigues, esses números mostram a preocupação da empresa em buscar mão de obra nos municípios da região. Dos cerca de 850 trabalhadores, mais de 70% são de São Sebastião

Para o superintendente de contratos da Queiroz Galvão, Francisco Ranulfo Rodrigues, esses números mostram a preocupação da empresa em buscar mão de obra nos municípios da região. Dos cerca de 850 trabalhadores, mais de 70% são de São Sebastião e não de Caraguatatuba a cidade de Felipe Augusto

São Sebastião é o município que mais contratou em setembro no Litoral Norte, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados este mês. No Estado de São Paulo, a cidade ficou na quarta posição.

O setor da construção civil foi o de melhor desempenho no período analisado, com 210 trabalhadores que tiveram a carteira assinada e 66 dispensados, um saldo positivo de 144 vagas. Deste total, a Construtora Queiroz Galvão S/A, responsável pela construção dos lotes 3 e 4 do empreendimento Nova Tamoios Contornos, é responsável por quase um terço das admissões.

De acordo com o Departamento de Recursos Humanos da construtora, foram 58 trabalhadores contratados em setembro, o que representa 27,62% do total divulgado pelo Caged. Além deles, mais 11 pessoas foram chamadas para outro empreendimento tocado pelo grupo, que é a construção da Nova Serra da Rodovia dos Tamoios.

Para o superintendente de contratos da Queiroz Galvão, Francisco Ranulfo Rodrigues, esses números mostram a preocupação da empresa em buscar mão de obra nos municípios da região. Dos cerca de 850 trabalhadores, mais de 70% são de São Sebastião e Caraguatatuba.

“A tendência é aumentar ainda mais as contratações”, explica Rodrigues.

Os setores de comércio e serviços também apresentaram bom desempenho, segundo os dados do Caged, sendo 252 e 294 admissões e 117 e 246 demissões, respectivamente. Entretanto, os saldos de trabalhadores com carteira assinada ficaram abaixo dos números da construção civil, sendo 135 e 48.  Dos 370 municípios analisados no Estado de São Paulo, São Sebastião ficou atrás apenas de Itapevi, Monte Azul Paulista e Ribeirão Branco.

Sobre o Contorno Sul de São Sebastião

A obra do Contorno Sul de São Sebastião é executada pela Construtora Queiroz Galvão, responsável pelos lotes 3 e 4. O empreendimento faz parte de um pacote do governo do Estado de São Paulo para o desenvolvimento do Litoral Norte, que inclui aumento da segurança viária e mais facilidades nachegada dos turistas que buscam as praias mais bonitas do Estado. A ordem de início foi dada pelo Governo Estadual em junho de 2014 e o prazo de conclusão é de 36 meses. O investimento para este trecho de cerca de nove quilômetros é de R$ 818 milhões. O Contorno Sul é composto por seis quilômetros de túneis (3) e outros três quilômetros de viadutos (5), além de terraplanagem. Os métodos de construção utilizados nos túneis são o NATM (New Austrian Tunneling Method) para os trechos em solo e o Drill & Blast para os trechos em rocha, que prevê a perfuração e detonação do maciço rochoso. A expectativa da Queiroz Galvão é contar com aproximadamente 2 mil empregados no auge da obra.

Foto: Divulgação Facebook de Felipe Augusto

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam