Prefeito Ernane Primazzi (PSC) suspendeu hoje (25) a autorização da obra do Contorno Sul em São Sebastião

A medida foi determinada pelo prefeito Ernane Primazzi, (PSC), devido a vários transtornos que estão impactando diretamente a população

A medida foi determinada pelo prefeito Ernane Primazzi, (PSC), devido a vários transtornos que estão impactando diretamente a população

A prefeitura de São Sebastião notificou na tarde desta quinta-feira (25) a Dersa  (Desenvolvimento Rodoviário S/A) suspendendo a autorização municipal de utilização no sistema viário da cidade, acesso único para a obra do Contorno Sul.

A medida foi determinada pelo prefeito Ernane Primazzi, (PSC), devido a vários transtornos que estão impactando diretamente a população.  De acordo com o secretário de Obras, José Evanildo Silva, a notificação já foi protocolada no escritório da Dersa, localizado na cidade, e a mesma deve avisar imediatamente a construtora Queiroz Galvão, empresa responsável pela obra.

Silva esclareceu na ocasião que a Dersa foi omissa, afirmando que seus representantes estão totalmente despreparados na conduta com o município e com a comunidade. Segundo ele, a empresa precisa cumprir com várias condicionantes existente em seu plano de contingência.

Hoje uma comissão de moradores do bairro de São Francisco, região central da cidade, local  onde será construído um dos túneis do empreendimento, esteve reunida com os secretários municipais de Obras, Governo e Planejamento, expondo sérios problemas causados com a movimentação de dezenas de caminhões pelas vias do bairro.

No encontro foi discutida a elaboração de um documento pelos moradores que será entregue à Dersa solicitando que seja realizado no local estudo de sondagem do solo especificação de asfalto versus tonelagem, projeto executivo de alteração dos ramais de água e esgoto e plano de manejo, de forma que a população não seja desabastecida devido a problemas causados pelas quebras das adutoras, além de procedimentos operacionais das atividades (horários, fluxo de caminhões, velocidade máxima, entre outros), execução de rotatória de acesso, vistoria completa dos imóveis e respectivos relatórios com referência técnica de acordo com a ABNT.

A Prefeitura, de acordo com o secretário de Governo, Fábio Lopez, vai exigir que a empresa cumpra com as atividades propostas pelos responsáveis do empreendimento, no que diz respeito a ações de mitigação para reduzir os impactos sociais e ambientais.  “Manter uma permanente interlocução com a comunidade é uma política da Administração Municipal ”, esclareceu Lopez.

Uma nova reunião está agendada para o dia 1 de julho com representantes da Dersa, Queiroz Galvão e Prefeitura, além dos moradores.

(VM)

Foto: Divulgação/PMSS

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam