Praça da Matriz recebe milhares de católicos de todos os bairros de São Sebastião para a celebração da Sexta-Feira da Paixão

Após a cerimônia iniciada na Igreja Matriz, os presentes seguiram a procissão de Cristo Morto pelas ruas em torno da praça, retornando ao interior da igreja, onde o padre da paróquia de São Sebastião, Sérgio Lúcio Alho Coelho, encerrou a celebração para dar início a encenação

Após a cerimônia iniciada na Igreja Matriz, os presentes seguiram a procissão de Cristo Morto pelas ruas em torno da praça, retornando ao interior da igreja, onde o padre da paróquia de São Sebastião, Sérgio Lúcio Alho Coelho, encerrou a celebração para dar início a encenação

A celebração da Sexta-Feira da Paixão reuniu centenas de católicos no Centro Histórico de São Sebastião para a Cerimônia de Adoração da Cruz, procissão do Cristo Morto e encenação da Paixão de Cristo.

Após a cerimônia iniciada na Igreja Matriz, os presentes seguiram a procissão de Cristo Morto pelas ruas em torno da praça, retornando ao interior da igreja, onde o padre da paróquia de São Sebastião, Sérgio Lúcio Alho Coelho, encerrou a celebração para dar início a encenação.

Organizada pelo Grupo de Jovens da Pastoral de Juventude e com total apoio da Secretaria de Cultura e Turismo, a encenação da Paixão de Cristo envolveu mais de 90 pessoas, sendo cerca de 70 somente na atuação, dividida entre o palco montado a frente da igreja o cenário criado no coreto da praça.

Com cenas emocionantes o espetáculo abusou de luzes em cenários simples, porém muito criativos e que provocaram comoção na plateia diante da intensidade e dinâmica usadas para contar as passagens que relatam a condenação, a via sacra e a crucificação de Jesus.

Rosângela Melo veio participar da celebração e assistir o trabalho dos jovens, que contou com a atuação de sua filha Carolaine Julia. “Eu sinto uma imensa emoção diante de cada vivência da vida de Jesus e poder participar das cerimônias que nos remetem aos seus preciosos ensinamentos é de uma importância preciosa, principalmente hoje, quando minha filha está fazendo parte desta encenação após um trabalho primoroso realizado pelo seu grupo de jovens, estou muito emocionada e grata por exta experiência”, relatou Rosângela.

Para o padre Sérgio Lúcio hoje “estamos vivendo o momento central de toda a fé cristã que é a Páscoa de Jesus, um Tríduo Pascal (em latim: Triduum Paschal – conjunto de três dias celebrados no Cristianismo e composto pela Quinta-Feira Santa, Sexta-Feira Santa e Vigília Pascal, à véspera do Domingo de Páscoa) que celebra exatamente o momento do ápice que é a entrega total de Jesus na cruz aceitando pagar por um crime que ele não cometeu, mas o fez de forma coerente ao amor do evangelho que ele pregou, o que, depois, nós entendemos que com o seu sangue nossos pecados, nosso débito, aquilo que a gente devia foi pago e então fomos remidos, fomos salvos por Jesus”.

(VB/JC)

Foto: Valéria Borges/PMSS

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam