Polícia Civil e Militar prendem os chefes da facção criminosa em São Paulo mandantes do sequestro da menina de 24 anos no Sertão do Cambury em São Sebastião

Casa onde a jovem foi mantida em cárcere em São Sebastião — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Casa onde a jovem foi mantida em cárcere em São Sebastião — Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil investiga um ‘tribunal do crime’ com uma jovem de 25 anos sequestrada e torturada por três dias em São Sebastião (SP). Ao todo, oito pessoas, sendo quatro menores, foram indiciadas por sequestro, lesão corporal e cárcere privado. Nesta semana, um dos envolvidos foi preso.

O crime aconteceu no dia 16 de abril no bairro Camburi, quando um adolescente armado abordou a jovem e a levou para uma propriedade na zona rural. No local, aguardavam por ela outros dois homens que a acusavam de ser informante da polícia. Segundo a Polícia Civil, o grupo tomou o celular da vítima e alegou ter encontrado em suas redes sociais conversas com policiais da região.

A jovem passou três dias no local amordaçada, amarrada e passando por várias sessões de agressão e ameaça. As ações eram comandadas por um homem conhecido como responsável pelo tráfico na região do Camburi. Ele cumpria pena no Pemano, em Tremembé, mas havia fugido da cadeia alguns dias antes do crime. A suspeita da polícia é de que o grupo fizesse parte de uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios.

Durante o sequestro, na tarde do dia 19 de abril, o homem, seu comparsa e a companheira deixaram o local e pediram que dois adolescentes vigiassem a jovem. Na transição, ela conseguiu fugir e caminhou pelo matagal até encontrar um carro que passava pela região e a levou até a delegacia.

No dia do crime, a polícia ainda conseguiu localizar os dois adolescentes que mantinham a jovem no cativeiro e outros dois envolvidos na ação, eles têm entre 14 e 17 anos. Os quatro foram ouvidos e liberados.

A Polícia Civil então passou a investigar o caso e identificou os envolvidos, pedindo a prisão preventiva deles. O mandante foi preso na capital na última semana, quando tentava vir para São Sebastião em um carro de transporte por app. O motorista suspeitou e acionou a PM, que o prendeu.

Outro envolvido, de 46 anos, foi preso no litoral nesta terça-feira (13) depois de uma ação da PM. Um outro suspeito segue foragido.

A polícia também pediu a internação de dois dos adolescentes envolvidos. Um deles tem 14 anos, e é suspeito de ter praticado o sequestro, e outro de 17 anos, que teria participado das agressões. Os dois seguem foragidos. A jovem foi encaminhada para a casa de parentes fora da cidade.

Foto: Divulgação/ Policia Civil


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam