Ninho de tartaruga foi encontrado pela equipe de campo do PMP-BS do Instituto Argonauta em Ubatuba

O Instituto Argonauta para a Conservação Costeira e Marinha é uma organização não governamental sem fins lucrativos, fundada em julho de 1998 pela Diretoria do Aquário de Ubatuba

O Instituto Argonauta para a Conservação Costeira e Marinha é uma
organização não governamental sem fins lucrativos, fundada em julho de
1998 pela Diretoria do Aquário de Ubatuba

Um ninho de tartaruga foi encontrado, ontem pela manhã (16), na
praia de Itamamabuca, em Ubatuba, Litoral Norte de São Paulo. Rastros
do animal foram observados pela equipe de campo do PMP-BS do Instituto
Argonauta, por volta das 7h40 em frente a rua 15.
A equipe acionou o TAMAR que se deslocou até o local, e encontrou o
ninho, identificado por um monte de areia remexida. De acordo com o
técnico do TAMAR, será necessário aguardar a eclosão dos ovos para
identificar a espécie da tartaruga. Para nossa região, a eclosão dos
ovos e nascimento dos filhotes, ocorre em torno de dois meses.
Todas as informações técnicas pertinentes sobre o trabalho de
monitoramento e cuidados que devem ser tomados com o ninho, foram
informadas para a SAI – Sociedade Amigos da Itamambuca, pelo TAMAR. Os
técnicos do PMP irão, diariamente, monitorar o ninho que já esta
cercado, e será sinalizado com uma placa do projeto TAMAR,
A desova de tartarugas não é comum em nossa região, apesar de já terem
sido registrados alguns casos pelo TAMAR.

Sobre o Instituto Argonauta

O Instituto Argonauta para a Conservação Costeira e Marinha é uma
organização não governamental sem fins lucrativos, fundada em julho de
1998 pela Diretoria do Aquário de Ubatuba. Foi criado para incentivar a
obtenção de recursos para projetos de pesquisa voltados à preservação do
oceano. Tem como objetivo, o desenvolvimento e o apoio à cultura e
educação com ações de conservação ambiental, defesa, elevação e
manutenção da qualidade de vida do ser humano e do meio ambiente.
Sediado em Ubatuba, atua em parceria estabelecida através de Convênio e
patrocíniodo Aquário de Ubatuba.

PMP – BS PROJETO DE MONITORAMANTO DE PRAIAS DA BACIA DE SANTOS

O PMP-BS consiste no monitoramento diário de 800 km do litoral dos
estados do Sudeste e Sul do Brasil, desde Ubatuba, no estado de São
Paulo, até Laguna, em Santa Catarina. O trabalho é um acordo firmado
entre a Universidade do Vale do Itajaí (Univali), instituição executora,
e a Petrobras, instituição empreendedora, com o licenciamento do
Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis
(Ibama).
A Instituição catarinense é responsável pela coordenação das
atividades de uma rede de instituições no litoral. São elas: Associação
R3 Animal, Instituto Argonauta, Instituto Gremar, Instituto de Pesquisas
Cananeia (Ipec), Universidade da Região de Joinville (Univille),
Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Universidade de São
Paulo (USP), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Projeto Baleia
Franca, Projeto Biopesca, e Projeto Tamar de SC e de SP. Essas
instituições realizam resgates, atendimentos veterinários e
reabilitações de aves, tartarugas, baleias e golfinhos.O projeto,
articulado pelo Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar
(CTTMar) e Coordenadoria de
Projetos e Prestação de Serviços, tem duração de 21 meses e é
condicionante do licenciamento ambiental, conduzido pelo Ibama, das
atividades de produção de petróleo e gás natural no PóloPré-Sal da Bacia
de Santos.

Foto: Divulgação/Instituto Argonauta

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam