Mini Furacão atingiu hoje (27) o litoral paulista diz o meteorologista Rodolfo Bonafim

Estragos causados pelos ventos hoje (27) em Bertioga

Estragos causados pelos ventos hoje (27) em Bertioga

VENTOS PROVOCAM QUEDA DE ÁRVORES E ATINGEM CASAS, ESCOLAS E RIO

A Defesa Civil de São Sebastião registrou diversas ocorrências na manhã desta quinta-feira (27), em razão dos fortes ventos que atingiram o município. O responsável pela Defesa Civil, Carlos Eduardo dos Santos, o Carlão, relatou que os ventos – intensificados a partir das 7h –, chegaram a atingir 80Km/h.

O trânsito na avenida Mãe Bernarda, em Juquehy, na Costa Sul da cidade, foi totalmente interrompido após queda de árvore. Os ventos também causaram avarias nas telhas do Ginásio de Esportes do bairro. Em Boracéia, os ventos soltaram as telhas da escola municipal.

A Rodovia Rio-Santos, no Km 139, próximo à Praia do Guaecá, teve o tráfego fluindo com meia pista em razão de queda de árvore na parte da manhã. Outra via pública também foi obstruída pelo mesmo motivo na Costa Norte do município. Uma árvore interrompeu o tráfego na Avenida Dario Leite Carrigio, na Enseada.

Na região sul, uma árvore também foi responsável fechar uma via pública, na rua do Maquininha, em Boiçucanga. No mesmo bairro, na rua Beira Rio, uma árvore caiu sobre a fiação elétrica. A Defesa Civil fechou o local e aguarda o corte de energia para a retirada da árvore.

Uma residência em Paúba foi atingida com a queda de árvore. Segundo a Defesa Civil, não houve vítimas, apenas avaria no telhado da casa. Um bambuzal caiu sobre o rio em Maresias, chegando a interromper o fluxo da água.

Em Barra do Sahy, uma moradia também foi atingida por queda de árvore, atingindo as telhas e a viga da residência, na Travessa 2, na Vila Sahy.

Na região central, uma árvore, já condenada por cupins, caiu com os ventos sobre o píer do São Francisco. Os fortes ventos também interromperam os serviços de travessia de balsa no Canal de São Sebastião, no Centro da cidade, que só retornou à atividade durante o período da tarde.

Aulas suspensas

 O responsável pela Defesa Civil, Carlos Eduardo dos Santos, o Carlão, relatou que os ventos – intensificados a partir das 7h –, chegaram a atingir 80Km/h.

O responsável pela Defesa Civil, Carlos Eduardo dos Santos, o Carlão, relatou que os ventos – intensificados a partir das 7h –, chegaram a atingir 80Km/h.

Duas escolas do município suspenderam as aulas devido aos danos causados em razão dos fortes ventos. No total cinco escolas municipais sofreram avarias com os ventos que atingiram São Sebastiao na manhã de hoje (27).

Na região central e nas Costas Norte e Sul do município houve diversos registros em razão da ventania, a saber: EM Maria Alice Rangel, no Jaraguá, EM Topolândia, EM Cambury, EM Nair Ribeiro de Almeida, em Juquehy e EM Boraceia.

Devido aos estragos provocados pelo vento, as aulas foram suspensas no período da tarde desta quinta-feira (27), na EM Maria Alice Rangel. Na EM Topolândia a interdição da unidade escolar, foi além do período da tarde; as aulas permanecerão suspensas nesta sexta-feira (28).

Na EM Boraceia o forro da escola foi atingido e em Juquehy o telhado do ginásio poliesportivo foi danificado. Em Cambury, uma árvore tombou e destruiu parte do muro da escola.

Na Topolândia, cerca de três salas foram destelhadas. Por fim, no Jaraguá, a EM Maria Alice Rangel também teve parte do telhado da escola destruído, assim como a cobertura da quadra poliesportiva.

Previsão

De acordo com o Cptec/Inpe (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos/ Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o tempo começará a melhorar na cidade a partir de amanhã (28). Segundo os dados do Instituto, se nesta quinta a probabilidade de chuva foi de 80%, nesta sexta (28) as chances diminuem a 5%. Estima-se que o tempo será parcialmente nublado, com sol entre poucas nuvens. No sábado (29) e no domingo (30), a revisão aponta predomínio de sol na maior parte do período.
O meteorologista Rodolfo Bonafim disse que a cidade de Guarujá, no litoral de São Paulo, foi atingida por um ‘mini furacão’, já que recebeu rajadas de vento em torno de 106 km/h. A forte ventania, que ocorreu na manhã desta quinta-feira (27), seguida de chuva, causou estragos em quase todas as cidades do litoral.
Segundo o meteorologista, a cidade de Guarujá foi a mais afetada pela forte ventania desta quinta-feira considerada, por ele, um mini furacão. “O furacão mais fraco que tem é 115 km/h.
Os ventos fortes que atingiram a Baixada Santista na manhã desta quinta-feira (27), prejudicaram o fornecimento de energia em Bertioga, Guarujá, Mongaguá, Itanhém e Peruíbe.
A Defesa Civil de Guarujá informou que recebeu 19 notificações de árvores caídas na Cidade, em razão dos fortes ventos. O trabalho de remoção das árvores deve acontecer durante todo o dia. Não há registro de danos materiais ou feridos.

Ventos de até 90 km/h provocam transtornos em Ilhabela

O vento forte da manhã desta quinta-feira (27/8) – com rajadas de até 90km/h – arrancaram o flutuante do píer da Vila, em Ilhabela. A estrutura de concreto encalhou embaixo do próprio píer, próximo à praia.
Com isso, a Defesa Civil do município interditou o local. De acordo com o secretário municipal de Obras e Planejamento, Guilherme Galvão, o local deverá permanecer interditado até que todos os reparos sejam feitos no píer e no flutuante.
Na Vila, flutuantes do Yacht Club de Ilhabela também tiveram avarias e parte da estrutura do Festival do Camarão foi danificada.
O vendaval desta manhã ainda provocou queda de árvores em toda a região. A travessia de balsa São Sebastião-Ilhabela ficou paralisada durante toda a manhã.

Fotos: Divulgação/Facebook de Fala. Bertioga/Defesa Civil | PMSS

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam