Médico investigado pela morte de um bebê durante um parto foi solto por um habeas corpus hoje (22) em Caraguatatuba

O pedido de prisão preventiva havia sido feita pelo Ministério Público. O habeas corpus foi concedido na noite desta terça e, segundo o advogado Darci Antônio de Macedo, que defende o médico, o advogado defende a liberdade do médico até o julgamento do caso

O pedido de prisão preventiva havia sido feita pelo Ministério Público. O habeas corpus foi concedido na noite desta terça e, segundo o advogado Darci Antônio de Macedo, que defende o médico, o advogado defende a liberdade do médico até o julgamento do caso

Médico investigado pela morte de um bebê durante um parto em Caraguatatuba (SP) foi solto por um habeas corpus na tarde desta quarta-feira (22). Ele estava preso desde sábado (18) na carceragem da Polícia Civil.
O parto aconteceu no último dia 29 no Hospital Stella Maris. Segundo a família, a cabeça do bebê foi arrancada durante o procedimento – a paciente estava no 6º mês de gestação. O caso é investigado pela polícia e pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp).
O pedido de prisão preventiva havia sido feita pelo Ministério Público. O habeas corpus foi concedido na noite desta terça e, segundo o advogado Darci Antônio de Macedo, que defende o médico, o advogado defende a liberdade do médico até o julgamento do caso.
Ele estava preso desde sábado (18) na carceragem da Polícia Civil.

Foto: Divulgação

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam