Marinha do Brasil inicia Inquérito sobre o acidente ocorrido hoje (02) entre uma lancha e a balsa que fazia a travesia de São Sebastião a Ilhabela

Capitão de Fragata Wagner Goulart de Souza Delegado comandante da Capitania dos Portos em São Sebastião

NOTA À IMPRENSA DA MARINHA DO BRASIL
São Sebastião, em 3 de fevereiro de 2018.

Abalroamento entre lancha e balsa da DERSA

O Comando do 8° Distrito Naval, por intermédio da Delegacia da Capitania dos Portos em São Sebastião, informa que tomou conhecimento, na noite de sexta-feira, 2 de fevereiro, por volta de 21h30m, que ocorreu um abalroamento nas proximidades do píer de atracação da DERSA, em Ilhabela, entre a lancha de esporte e/ou recreio “PODEROSO TIMÃO” e a balsa “VALDA II”, que faz a travessia entre São Sebastião e Ilhabela. Às 21h40m, a Delegacia da Capitania dos Portos em São Sebastião enviou uma diligência ao local para maiores esclarecimentos e auxílios necessários. Duas pessoas, sendo uma delas o condutor e a outra, uma mulher, que estavam a bordo da lancha foram socorridas pelo SAMU e levadas ao Hospital Municipal Governador Mário Covas Junior, em Ilhabela.

A Marinha do Brasil lamenta o ocorrido e se solidariza com as vítimas e seus familiares. Uma equipe da Delegacia da Capitania dos Portos em São Sebastião está acompanhando, desde o início, o homem, que teve ferimentos leves e já obteve alta hospitalar e a mulher, que teve três costelas fraturadas e encontra-se ainda internada, em recuperação.

A Marinha do Brasil instaurou um Inquérito Administrativo, com o propósito de esclarecer as circunstâncias do acidente, bem como verificar as condições em que se encontravam as embarcações e as habilitações das tripulações, as quais constarão do supracitado
Inquérito. A balsa “VALDA II”, da DERSA, já foi periciada por uma equipe da Delegacia da Capitania do Portos em São Sebastião e encontra-se em condições seguras de operação.
Por fim, a Marinha do Brasil ressalta quanto à importância de se cumprir as Normas da Autoridade Marítima, a fim de salvaguardar as vidas humanas e de garantir uma navegação segura, incrementando, desta forma, uma mentalidade de segurança aos profissionais de
navegação e usuários que utilizam este meio de transporte.

WAGNER GOULART DE SOUZA
Capitão de Fragata
Delegado

Foto: Divulgação/ Facebook do Yacht Club de Ilhabela

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam