Lairton Goulart ex-prefeito de Bertioga é condenado a prisão por formação de quadrilha, fraude e lavagem de dinheiro

A decisão saiu do juiz da 1ª Vara de Bertioga. Ela foi baseada em uma denúncia feita em abril de 2003, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO)

A decisão saiu do juiz da 1ª Vara de Bertioga. Ela foi baseada em uma denúncia feita em abril de 2003, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO)

Ex-prefeito de Bertioga e dois ex-secretários municipais, o ex-procurador da cidade e uma empresária da cidade foram condenados à prisão por formação de quadrilha, fraude em licitação pública e lavagem de dinheiro.
A ex-secretaria de Educação, Maria Julieta Farah Lanças, o ex-secretário de administração e finanças, Enio Xavier, e Renata Silveira Chammas, que é uma das sócias do Instituto Bandeirante de Educação e Cultura (IBEC), estão condenados à prisão.
A decisão saiu do juiz da 1ª Vara de Bertioga. Ela foi baseada em uma denúncia feita em abril de 2003, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO).
As investigações, que foram realizadas pelo Ministério Público, encontraram um contrato assinado em 2007 entre a Secretaria de Educação de Bertioga e o IBEC. “A empresa foi contratada para fazer uma espécie de consultoria. No custo desta consultoria, foram elaborados alguns projetos que a própria empresa foi contradada, sem licitação, para a execução”, disse o promotor Silvio Loubeh.
Ainda segundo o promotor, o lucro obtido nestes projetos foi usado para reformas de bens e imóveis. “Isso configura lavagem de dinheiro. Estes bens passariam a ser da União”, completou.Todos os acusados disseram que vão recorrer da decisão.

Foto: Divulgação/PMB

Subscribe to Comments RSS Feed in this post

One Response

  1. Cidade vizinha de São Sebastião – SP Litoral Norte Paulista!!!…
    Aqui, até agora, nada ainda!!!…

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam