Justiça denuncia hoje (25) dez Policiais Civis de São Sebastião por participação em uma facção criminosa voltada ao tráfico de drogas

A apuração apontou que os policiais recebiam dinheiro da facção para não impedir as atividades de tráfico na cidade, não prendendo as lideranças e integrantes relevantes para os criminosos. Além disso, eles passariam informações sobre as investigações e operações da polícia

A apuração apontou que os policiais recebiam dinheiro da facção para não impedir as atividades de tráfico na cidade, não prendendo as lideranças e integrantes relevantes para os criminosos. Além disso, eles passariam informações sobre as investigações e operações da polícia

Trinta e duas pessoas, sendo dez policiais civis, foram denunciadas à Justiça no litoral norte de São Paulo por participação em uma facção criminosa voltada ao tráfico de drogas. Dos denunciados, 27 foram presos e cinco estão foragidos.
A denúncia por associação ao tráfico e corrupção – o último no caso dos policiais – foi feita pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público, nesta segunda-feira (25). O caso está em segredo de Justiça.
Em março, 16 pessoas, incluindo nove policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e do 1º DP de São Sebastião, foram presas em uma mega operação. A investigação do Gaeco durou um ano.
De acordo com o MP, o trabalho de investigação contou com interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça e trabalho de campo, que permitiram a identificação de 27 membros da quadrilha, que se divide em dois grupos de atuação – na zona leste da capital e no litoral norte paulista.
A apuração apontou que os policiais recebiam dinheiro da facção para não impedir as atividades de tráfico na cidade, não prendendo as lideranças e integrantes relevantes para os criminosos. Além disso, eles passariam informações sobre as investigações e operações da polícia.
Eles também teriam cobrado um tipo de ‘pedágio’ das lideranças da facção para que seus integrantes não fossem presos em supostos flagrantes de tráfico de drogas.
Durante as ações, que resultaram na prisão dos suspeitos, a polícia apreendeu também munições, cerca de 100 quilos de drogas entre cocaína, maconha e crack; além de R$ 100 mil em dinheiro.
A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que todos os policiais denunciados seguem presos no Presídio Especial da Polícia Civil. Sobre a investigação e a denúncia, a pasta não comentou.

Foto: Divulgação/SSP-SP

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam