Justiça bloqueia hoje (23) todos os bens da viação União Litoral responsável pelo ônibus que capotou deixando 18 mortos na rodovia Mogi-Bertioga

Onibus com 46 pessoas tombou na rodovia Mogi-Bertioga nesta noite (08) na Rodovia Mogi-Bertioga. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil, 18 pessoas, incluindo o motorista, morreram e as outras 28 ficaram feridas

Justiça de São Sebastião determinou o bloqueio dos bens da viação União do Litoral Transporte e Turismo Ltda, empresa responsável pelo ônibus que capotou em junho de 2016, deixando 17 estudantes mortos  e o motorista na Mogi-Bertioga.
O juiz Guilherme Kirschner aponta, em um trecho da sentença, que “o acidente se deu por falha de manutenção e excesso de velocidade do condutor do ônibus” e tambem o magistrado fala sobre a garantia de pagamento da indenização. “Em processo correlato, a seguradora do requerido encontra-se em liquidação extrajudicial. Tais elementos trazem dúvidas acerca da capacidade do requerido em cumprir com eventuais obrigações indenizatórias”, afirma.
O advogado da família de Aldo, José Beraldo, avalia que a decisão “é a primeira vitória no caso”. Ele defende ao menos 13 famílias de vítimas do acidente e pede indenizações de cerca de R$ 1,5 milhão em cada processo. “Essa é a decisão de um caso, mas vamos pedir a extensão para os outros”, disse ele, que espera também a responsabilização criminal da empresa no acidente. “Esses 17 estudantes estavam em um ônibuis sem condições, sem segurança”, disse.
Saiba mais sobre o acidente:

http://folhadolitoralnorte.net.br/onibus-tomba-na-noite-de-hoje-08-com-46-estudantes-e-faz-11-vitimas-fatais-na-rodovia-mogi-bertioga/
Foto: Reprodução;Facebook

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam