Henrique Estavski cria projeto inovador no mundo do surfe “O Brasil do Surf ” iniciado na praia de Barra do Sahy em São Sebastião

Na reta final desta via sacra em busca de apoios para o projeto "O Brasil do Surf", em busca do reconhecimento, fomento e apoio via políticas públicas sérias e continuas ao Surf. Conto com o engajamento de todos nesta causa e com certeza teremos êxito!!! Diz Henrique Estavski

Na reta final desta via sacra em busca de apoios para o projeto “O Brasil do Surf”, em busca do reconhecimento, fomento e apoio via políticas públicas sérias e continuas ao Surf. Conto com o engajamento de todos nesta causa e com certeza teremos êxito!!! Diz Henrique Estavski

Henrique Estavski, morador de Barra do Sahy e ex competidor e integrante da equipe sebastianense nos anos 90, estou trabalhando há aproximadamente três anos no desenvolvimento do projeto O Brasil do Surf, que tem como objetivo buscar representatividade, assim como a valorização, apoio e fomento ao surf brasileiro, com foco nas categorias de base. O projeto segue basicamente tres linhas de atuação. A primeira é a elaboração do Plano Nacional de Apoio e Fomento ao Surf , consiste na elaboração de politicas publicas serias e contínuas voltadas ao fomento á revelação e manutenção dos novos talentos priorizando as crianças e adolescentes de até 16 anos de idade. Tambem faz parte desta etapa do projeto a normatização e regulamentação das Federações Estaduais, Associações Municipais,Escolas de Surf e Surf Clubes, como já ocorre em países como Austrália e Estados Unidos, proporcionando assim ambiente e condições para que as mesmas possam receber repasses e firmar convênios com as três esferas do poder publico, assim como com a iniciativa privada e terceiro setor com total transparência e prestação de contas abertas.  A segunda linha de trabalho é a busca de apoio e engajamento dos atletas profissionais, amadores e comunidade do surf em geral para a criação de uma assessoria ou diretoria nacional de apoio e fomento ao surf no ministério dos  esportes, tendo em vista que somos o segundo esporte em numero de praticantes no país ( 5.3 milhões de praticantes-IBGE 2014) , estando atras apenas do futebol e não existem politicas publicas claras e especificas para fomento ao surf, que é um esporte que qualquer um pode praticar, bastando saber nadar e ter uma prancha.Para isto fiz um trabalho de articulação entre surfistas, empresariado e autoridades das mais diversas esferas do poder publico em busca de engajamento em prol da causa, sendo que conseguimos uma significante adesão á causa.

A grande estrela do projeto é a criação do programa nacional Bom de Sala Bom de Surf, no qual em parceria com o Ministério dos Esportes e MEC,os alunos da rede publica e privada que se enquadrarem nos pre requisitos Assiduidade, Bom Com portamento e Boas notas, receberão a BolsaSurf, que consiste no custeio a ser repassado ás escolinhas de surf homologadas para a pratica de aulas de surf no período extra sala, firmando também parceria com as secretarias municipais de esporte e educação para o fornecimento de transporte e lanches para os alunos.
Foi por mim proposto no projeto encaminhado ao Ministério dos Esportes que o projeto piloto seja implantado em São Sebastião, por conta de dois fatores, a visibilidade a qual estamos expostos, por conta de termos uma  das melhores e mais conhecidas praias para a pratica do suf no país, assim como o fato de termos dois atletassebastianenses na elite do surf mundial, com Gabriel Medina e Miguel Pupo, assim como inúmeros outros talentos e destaques a nível nacional e mundial e pelo fato do trabalho de excelência que se iniciou com a Associação de Surf de São Sebastião nos anos 90 e que dia a dia vem evoluindo e em visível destaque no que diz respeito á treinamento, infraestrutura e revelação, manutenção e suporte a novos atletas, tendo em vista que somos bicampeões paulista consecutivos nas categorias de base, revelando novos talentos a cada dia.
Foto: Divulgação/Facebook de Henrique Estavski

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam