Geraldo Alckmin (PSDB) autoriza hoje (09) licitação para construção de moradias do ‘Morar Bem e Viver Melhor’ na Praia de Boraceia em Bertioga

De acordo com o Governo do Estado, 20 mil pessoas serão beneficiadas. Em Bertioga, serão construídas trinta unidades habitacionais do programa Morar Bem, Viver Melhor em uma área indígena da Aldeia Rio Silveira, localizada entre Bertioga e São Sebastião. O Estado ainda não divulgou qual a previsão do início e do término das obras e quais as famílias que serão contempladas com as unidades habitacionais(Na foto o Prefeito de Bertioga Caio Matheus (PSDB) com o Governador Geraldo Alckimin (PSDB)

Governador Geraldo Alckmin autoriza, nesta sexta-feira (09), uma licitação para a contratação de uma empresa para construir moradias em Bertioga, no litoral de São Paulo. O investimento é voltado ao programa Morar Bem, Viver Melhor e contempla 5.712 moradias de 55 municípios paulistas.

Os empreendimentos são resultado de parceria entre municípios, que doaram terrenos, e Estado, que investirá R$ 539,7 milhões, por meio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), nas licitações dos novos empreendimentos. Outros R$ 5,1 milhões já foram investidos no desenvolvimento dos projetos.

De acordo com o Governo do Estado, 20 mil pessoas serão beneficiadas. Em Bertioga, serão construídas trinta unidades habitacionais do programa Morar Bem, Viver Melhor em uma área indígena da Aldeia Rio Silveira, localizada entre Bertioga e São Sebastião. O Estado ainda não divulgou qual a previsão do início e do término das obras e quais as famílias que serão contempladas com as unidades habitacionais.

Foto: Divulgação/Facebook de Geraldo Alckmin

Subscribe to Comments RSS Feed in this post

One Response

  1. A reserva indígena localiza-se na Boracéia II que pertence à São Sebastião. Toda área de Boracéia II encontra-se embargada face à discussão da demarcação do território indígena. A Prefeitura de São Sebastião não autoriza a construção de casas e as que vão aparecendo são construídas de maneira clandestina. Face a isso, a Boracéia II não tem qualquer tipo de melhoria e se transformou em um território de invasão, uma terra de ninguém. Muito admira a autorização para a construção de moradias justo na área indígena.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam