Ernane Primazzi (PSC) só libera a obra do Contorno Sul quando a Dersa e a empresa Queiroz Galvão removerem todas as famílias que estão em área de risco em São Sebastião

DEFESA CIVIL INTERDITA MAIS 12 CASAS NO MORRO DO ABRIGO - PREFEITO ALERTA QUE OBRA DO CONTORNO SUL CONTINUA EMBARGADA

DEFESA CIVIL INTERDITA MAIS 12 CASAS NO MORRO DO ABRIGO – PREFEITO ALERTA QUE OBRA DO CONTORNO SUL CONTINUA EMBARGADA

A Defesa Civil de São Sebastião interditou na manhã desta quarta-feira (29) mais 12 casas no bairro do Morro do Abrigo, região central da cidade, após a queda de uma pedra de quase uma tonelada ter atingindo uma residência na tarde de ontem, durante uma atividade na obra do Contorno Sul – Projeto Nova Tamoios – e ter ferido três pessoas de uma mesma família.

A família atingida foi removida do local e está hospedada em um hotel da cidade. Conforme determinação do prefeito Ernane Primazzi, (PSC), a obra só será liberada após a Dersa e a empresa Queiroz Galvão removerem todas as 13 famílias que estão em área de risco iminente.

Além da remoção o prefeito ainda solicita a apresentação de um laudo sobre a causa do acidente, bem como um plano de segurança com ações efetivas na obra.

Ainda de acordo com o prefeito, a Dersa e a Queiroz Galvão já foram notificadas oficialmente em relação ao embargo da obra e aguarda-se agora a apresentação dos documentos e laudos exigidos.

Hoje, durante nova vistoria em todo trecho da obra pela Defesa Civil, mais 12 famílias tiveram suas casas interditadas, totalizando 13 moradias, o que representa cerca de 65 pessoas que deverão ser removidas nos próximos dias.

De acordo com funcionários da empresa que estavam no local, a Queiroz Galvão já está providenciando o aluguel de casas onde as famílias afetadas permanecerão abrigadas até o final do empreendimento.

Foto: Divulgação/PMSS

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam