Ernane Primazzi determina a construtora Queiroz Galvão que 70% de seus trabalhadores residam em São Sebastião

Com isso a empresa se adequará a nova lei aprovada na Câmara em 7 de julho, que obriga as empresas da cidade com mais de 15 funcionários a terem em seu quadro efetivo pelo menos 70% de trabalhadores residentes no município

Com isso a empresa se adequará a nova lei aprovada na Câmara em 7 de julho, que obriga as empresas da cidade com mais de 15 funcionários a terem em seu quadro efetivo pelo menos 70% de trabalhadores residentes no município

Em reunião realizada hoje (13), no gabinete do prefeito, Ernane Primazzi, na presença de vereadores, representante de trabalhadores, secretários e diretores da construtora Queiroz Galvão, ficou acertado que a partir de amanhã (14), o processo seletivo para novas contratações acontecerá no Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT).

Amanhã, pela manhã, dois funcionários da Queiroz Galvão terão à disposição um espaço para realizar o trabalho de oferta de vagas, recebimento de curriculuns e de definição das novas contratações. O objetivo da medida é valorizar a mão de obra local, atendendo reivindicação do prefeito, vereadores e trabalhadores.

Com isso a empresa se adequará a nova lei aprovada na Câmara em 7 de julho, que obriga as empresas da cidade com mais de 15 funcionários a terem em seu quadro efetivo pelo menos 70% de trabalhadores residentes no município.

A empresa, com cerca de 700 funcionários envolvidos na obra de construção do Contorno Sul, que liga Caraguatatuba ao porto de São Sebastião, emprega quase metade do contingente deste número com funcionários do município, mas se comprometeu a ampliar o índice e atender a nova legislação.

O prefeito Ernane elogiou a reunião, de quase duas horas. “Foi produtiva para esclarecer as demandas e dúvidas do Executivo e do Legislativo e encaminhou um procedimento que provoca o cumprimento da lei e amplia a geração de emprego para os trabalhadores sebastianenses”, disse.

Durante a reunião, o prefeito ainda propôs que as empresas que prestam serviços à Queiroz, na obra do contorno, também façam o processo seletivo pelo PAT. Ernane também ofereceu espaço para viabilizar a formação de mão de obra.

O prefeito já havia cobrado o aproveitamento de trabalhadores locais na obra. No dia 1° de julho ele recebeu uma comissão de trabalhadores e vereadores e defendeu a ampliação da contratação de mão de obra da cidade. Foi dessa reunião que ficou definida a apresentação da lei na Câmara.

Ao final da reunião de hoje, foi entregue aos representantes da empresa dezenas de curriculuns de trabalhadores do município.

Participaram da reunião os vereadores Ernaninho, Neto, Gleivison, Reinaldinho, Jair Pires, Teimoso, Reis, Ercílio e Marcos Tenório. Representaram a empresa: Paulo Celestino (diretor de contratos), Rodrigo Marota (gerente de Produção), Fabrício Gerwonka (gerente Administrativo Financeiro) e Paulo Rosa (Comunicação Social).

(WS|RF)

Foto: Halsey Madeira/PMSS

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam