Cisne Branco o navio veleiro da Marinha Brasileira chegou hoje (30) em São Sebastião

À frente de tudo está o comandante João Alberto Araujo Lampert, que não esconde a emoção ao falar do Cisne Branco: “É uma satisfação e um orgulho indescritíveis comandar este navio”. Ele explica a missão do navio: "O Cisne Branco atua em três frentes. Uma delas é fomentar, junto à sociedade brasileira, a mentalidade marítima. A outra vertente é a representação, o Cisne Branco representa a Marinha e o Brasil, tanto aqui no país quanto no Exterior. A última vertente é a instrução, tentamos trazer aprendizes de marinheiros, aspirantes da Escola Naval, oficiais, praças, homens e mulheres para aprenderem um pouco da essência da vida no mar”

À frente de tudo está o comandante João Alberto Araujo Lampert, que não esconde a emoção ao falar do Cisne Branco: “É uma satisfação e um orgulho indescritíveis comandar este navio”. Ele explica a missão do navio: “O Cisne Branco atua em três frentes. Uma delas é fomentar, junto à sociedade brasileira, a mentalidade marítima. A outra vertente é a representação, o Cisne Branco representa a Marinha e o Brasil, tanto aqui no país quanto no Exterior. A última vertente é a instrução, tentamos trazer aprendizes de marinheiros, aspirantes da Escola Naval, oficiais, praças, homens e mulheres para aprenderem um pouco da essência da vida no mar”

A Delegacia da Capitania dos Portos em São Sebastião informa que o Navio Veleiro Cisne Branco, da Marinha do Brasil, chegará no Canal de São Sebastião, no dia 30 de junho de 2016 e permanecerá até o dia 09 de julho, para prestigiar os eventos alusivos à 43ª Semana de Vela em Ilhabela. Nessa ocasião, os municípios do Litoral Norte de São Paulo serão agraciados com esta rara oportunidade, de visitarem esta perfeita réplica de um clipper do final do  século XIX.

O Cisne Branco foi construído em Amsterdã, na Holanda, sob a supervisão da Marinha do Brasil. Com 76 metros de comprimento, 31 velas, 51 tripulantes, o navio tem o propósito de representar a Marinha do Brasil em grandes eventos náuticos tanto nacionais quanto internacionais, cultuar as tradições navais e contribuir para a formação marinheira. O navio possui todos os sistemas de tecnologia avançada, mas realiza todas as manobras de convés e vela exatamente como ocorriam no século XIX.
O Litoral Norte paulista teve a honra de receber pela última vez o Cisne Branco, no ano de 2011, durante a 38ª Semana de Vela de Ilhabela, onde naquela ocasião permaneceu alguns dias atracado no Porto Comercial de São Sebastião.

O Navio estará aberto à visitação pública no Porto de São Sebastião, com entrada franca, no dia 07 de julho, no período de 14h às 17h. Ressalta-se que todos deverão portar documento de identificação, com foto, e menores de idade deverão estar acompanhados dos pais ou responsáveis.

Além da visitação pública, haverá disponibilidade de visita exclusiva para a imprensa, sendo que os veículos de comunicação interessados em participar, com a realização de entrevistas e/ou matérias devem encaminhar e-mail com nome completo e número do documento de identificação dos integrantes da equipe para: teixeira@dlsseba.mar.mil.br / adriana@dlsseba.mar.mil.br. Em função do espaço disponível a bordo, poderão ser credenciados até dois profissionais por veículo de comunicação.

 LUÍS ANTÔNIO ANIDIO MOREIRA

Capitão de Fragata/Delegado

Foto: Divulgação/Marinha do Brasil

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam