Circo Navegador apresenta hoje (25) e sábado (26) shows de força para a cultura popular e o movimento negro em São Sebastião

Circo Navegador recebe prêmios nacionais e internacionais para programação 2019

O prêmio Proac ajudarà a manter 9 meses de programação e o fundo internacional Iberescena financia o Felino Festival de Artes do Litoral Norte que reunirá espetáculos do Chile, Argentina, Colômbia e Espanha.

O Circo Navegador foi contemplado por dois editais que vão garantir a programação do Espaço Cultural e a realização de um festival de artes nas quatro cidades do Litoral Norte. Os prêmios são o Programa de Ação Cultural (ProAC) para a manutenção de espaços artísticos e culturais e o Iberescena para realização de festivais em paises ibéricos. A programação do festival será ampliada pela parceria com a Associação Felino que foi reconhecida como Ponto de Cultura e recebeu prêmio financeiro que será investido no evento.

A programação do espaço será composta por shows musicais como: Juçara Marçal, Doralyce, Luiz Perequê, Moreno Overá, Ieda Terra e Grupo Cantamar, além de espetáculo de teatro, cineclube, oficinas formativas de mímica, circo, teatro, contação de história, café com poesia, saraus, roda de conversa filosofando e bicicletada.
Está previsto para o mês de maio o FELINO – Festival de Artes do Litoral Norte, que foi premiado pelo programa Iberescena e no qual as cidades de Ilhabela, São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba receberão espetáculos de música e teatro de grupos nacionais e internacionais da Espanha, Chile, Colômbia e Argentina.
Os projetos visam à democratização do acesso a cultura, a produção de subjetividades, a sensibilização e formação de público para a cultura e arte e a articulação dos saberes e práticas da cultura popular com as estéticas contemporâneas.
A programação do Espaço Cultural Circo Navegador reúne diferentes linguagens artísticas: circo, teatro, literatura, música, dança e cinema. De acordo com o diretor artístico, Luciano Draetta: “Acreditamos que as artes vão muito além da opção estética, elas são uma opção política, um modo de refletir sobre o mundo e as relações humanas. Com esse claro posicionamento propomos um espaço democrático e com grande poder de interação nas várias camadas da sociedade, capaz de agregar artistas, estudantes, produtores, educadores, ativistas, pensadores e público em geral, tendo as artes como uma potente ferramenta de luta e sensibilização no campo simbólico”.

Programação do mês de Janeiro

25/01 às 20h Show do Mestre Lumumba

Mestre da percussão, Lumumba apresenta seu repertório inspirado nas matrizes musicais afro-ameríndias. Valorizando a cultura e arte brasileira, possibilita o respeito à diversidade cultural brasileira, em releituras dos ritmos Ijexá, Agueré, Congo e base do samba-reggae; este projeto proporciona o conhecimento de tais matrizes e ainda nos conta histórias da cultura afro-ameríndia. O show traz seu diferencial ao agregar composições de alta qualidade com referências à música e histórias das culturas tradicionais do Brasil.
O show apresenta repertório que entrelaça a matriz afro ameríndia com a brasilidade e a cultura pop. Tece sonoridades que dialogam com linguagem do culto de orixás, jazz e poesias. Com composições que somam mais de meio século de experiência, Mestre Lumumba apresenta canções do seu último trabalho, Axó. O show alia sua força expressiva, aos anos de pesquisa com ritmos e ainda soma com novas composições, proporcionando ao público uma antologia do trabalho e um espetáculo dançante.
Site artista: http://www.mestrelumumba.art.br/biografia

26/01 10hs. Oficina Mestre Mulumba

Através de técnica afro-brasileira de confecção de tambores, Mestre Lumumba ministra oficinas educativas com o objetivo de promover e difundir os saberes envolvidos na construção de instrumentos percussivos e na vivência de ritmos ligados ao universo da cultura afro-brasileira, missão assumida pelo Mestre desde sua formação.
Com duração de 2 horas, Mestre Lumumba transmite em sua oficina uma série de conhecimentos relativos à construção de tambores artesanais, feitos com materiais orgânicos recicláveis, como também realiza uma pequena introdução aos toques afro-brasileiros aprendidos ao longo de sua trajetória de mais de 50 anos na música e na luteria.

26/01 às 20h show da cantora Doralyce

A cantora, nascida na capital pernambucana, e que cresceu dividida entre a Zona da Mata Sul e a Região Metropolitana do Recife, estará em São Sebastião para ampliar o alcance das suas músicas com as influências rítmicas advindas do sítio histórico de Olinda, o “OlindaStyle”, representando a força feminina no Maracatu, Coco, Manguebeat, Rock, Ijexá, Funk e Samba, com o canto da revolução. Seu trabalho se potencializou ao dialogar com a cena teatral carioca, por meio da companhia Gene Insanno e com a cena artística independente, através dos movimentos de ocupação e resistência cultural, em que teve expressiva atuação.
            Doralyce passou por importantes palcos do Rio como Canecão, Fundição Progresso e Circo Voador, Festival Vento em São Sebastião, além da turnê pela Bahia e Pernambuco. Já dividiu o palco de música e militância com Chico Buarque, Caetano Veloso, Beth Carvalho, Criolo, Arlindo Cruz; cantou ao lado de nomes como João Donato, Digital Dubs e Abayomy. Apaixonada por carnaval já fez a festa com os blocos cariocas Tambores de Olokun, Maracutaia, Amigos da Onça, Baque Mulher, Agytoê, e o Traga Vasilha – PE. A história da compositora no teatro começa no ano de 2014, fazendo trilha sonora do espetáculo “Cena Real. É tudo verdade” do Gene Insanno Companhia de Teatro, que teve estreia no México. Hoje é atriz do espetáculo “Isso da um samba” da mesma Cia.

DORALYCE acredita no poder da arte para revolucionar a sociedade, promovendo reflexão profunda sobre o papel das vozes que foram historicamente silenciadas. Como artista, mulher, negra e nordestina, faz do seu canto uma forma de resistência e empoderamento. Seu repertório autoral conta com mais de 300 músicas que tratam de temas como política, ancestralidade, empoderamento da mulher negra e principalmente força da fé das culturas de matrizes afro-brasileiras.

Ouça o “Canto da Revolução”
Links de Acesso ao disco:
https://www.youtube.com/watch?v=ofW05JJ2MWw&t=33s
https://open.spotify.com/album/4whKrsVlXxlhANo2FNwjr6 ​

Clipe “Miss Beleza Universal”: https://www.youtube.com/watch?v=uRlgdab5OKQ  
Facebook: https://www.facebook.com/DoralyceOficial/

28/01 ás 19hs Bicicletada
O casal Isabel Galvanese e Eduardo Costa Melchert, fez a primeira viajem de bike para Europa, mais precisamente na Alemanha, onde viram que era possível fazer uma viajem com esse transporte e conhecer novos lugares pedalando. Houve mais uma oportunidade para viajar ao exterior e o casal, escolheu a Holanda. Escolha realizada mediante a pesquisa de onde havia ciclovia para poderem passear. A população local utiliza a ciclovia para passeio, esporte e transporte diário; mulheres pedalando de salto alto, homens de terno e gravata.
Após as pedaladas internacionais , o casal resolveu andar constantemente de bike em São Sebastião, sua cidade residência num município plano, de fácil acesso no seu dia a dia. A primeira ação foi de vender o carro numa concessionaria, de forma imediata, mudando totalmente o hábito, não só do casal, mas de pessoas ao seu redor, como de seus vizinhos, que também integraram a bike no seu dia a dia, compartilham quando há uma viagem em vista, dividindo o carro do vizinho, entre eles.
Esta ação teve como resultado a melhora na vida financeira e na saúde de cada um deles, já que houve a redução com o consumo de gasolina e na manutenção do veículo, economia do uso da academia (pois todos perderam peso e ganharam força muscular), além de não poluir o meio ambiente, é uma ação que fez bem para todos.
O Circo Navegador através de seus parceiros e divulgadores do benefício do uso de bicicleta convida a todos a participarem da bicicletada, um passeio de uma hora de bike, com saída do Circo Navegador às 19hs, da segunda-feira dia 28/01 com retorno ao ponto de saída, para em seguida assistirmos um filme que falará sobre a bike e sua utilidade no momento filosófico e interativo do evento.

29/30 e 31 janeiro às 21hs Oficina de dança Contato e Improvisação

O Contato Improvisação pode contribuir muito no estímulo dos alunos do curso e interessados em geral, além de promover o aprofundamento das variações da dança. Oferecemos uma oportunidade única de ter os professores Gustavo Lecce da Argentina e Ricardo Neves do Brasil,com vàrias décadas de experiência, em razão do 8º Encontro Internacional de Contato Improvisação em Ilhabela. Essa iniciativa acontece numa época em que o desenvolvimento da dança na cidade de São Sebastião tem crescido muito e foi impulsionado pela implantação do curso de dança da ETEC em parceria com a FUNDASS.

Oficinas que se iniciam em fevereiro
Oficina de Mímica com duração de 6 meses dividida em módulos trimestrais
A mímica pelo ponto de vista da narrativa corporal, conjunto de ações que compõem uma história com uso da fala ou não. A linguagem ancestral, antes mesmo de a palavra existir, já tinha caráter narrativo. A pesquisa e aprofundamento da linguagem serão oferecidos para atores e interessados em geral como ferramenta expressivas do corpo individual e do grupo que compõe o Núcleo de Pesquisa.
Oficina de Circo com duração de 6 meses dividida em módulos trimestrais
Tem o objetivo de desenvolver as capacidades técnicas de execução de truques em aparelhos aéreos de circo (lira, trapézio e tecido), além de acrobacia e malabarismos. Numa combinação de desafio a gravidade, respeito aos ricos, disciplina de treinamento e liberdade de expressão, que a arte promove os participantes serão colocados em movimento de criação e contribuirão para o desenvolvimento do Núcleo de Pesquisa.
Oficina de Teatro com duração de 6 meses dividida em módulos trimestrais
Serão oferecidas aos participantes técnicas de teatro e palhaço para a criação de uma dramaturgia popular e uma encenação contemporânea. A organização da pedagogia e da dramaturgia desse processo se dá a partir da reunião e organização das técnicas artísticas empregadas na criação das obras do Circo Navegador e acumuladas ao longo de mais de 21 anos, mesclado com a pesquisa de “Dom Quixote” e as habilidades desenvolvidas nas demais oficinas de Circo e Mímica.
Todas as oficinas são gratuitas e deverão ter sua ficha de inscrição, realizada em nosso site www.circonavegador.com.br. Os interessados deverão participar de no mínimo duas das três oficinas oferecidas para compor o Núcleo de Pesquisa.

O Circo Navegador
Os prêmios recebidos pelo Circo Navegador e empregados no Litoral Norte já somam 900 mil Reais entre 2005 e 2018. Todo esse recurso foi dedicado a projetos artísticos e culturais com a perspectiva de ampliação das possibilidades de acesso aos bens culturais por toda a população. Nossa atuação na cidade de São Sebastião se estende desde 2002, nesses 16 anos desenvolvemos inúmeras atividades, entre elas, um festival de teatro de rua, no ano de 2004, que reuniu 8.500 pessoas. Em 2007 ocupamos um terreno em contrato de comodato e mantivemos uma lona de circo com aulas e espetáculos, entre 2008 e 2013 nossa sede estava montada em uma casa com sala de ensaio e escritório e o equipamento aéreo de treinamento de circo funcionava no quintal. Em 2014 passamos a ocupar o galpão atual que além de atender todas as demandas do grupo, alcançou o status de “Espaço Cultural Independente” com um teatro para até 70 pessoas. Nos últimos 4 anos alcançamos um público de 5.400 pessoas em 180 atividades: apresentações, shows, espetáculos de dança, oficinas, cineclube, debates, seminários, lançamentos de livros, exposições e gravações de programas de web.
A principal característica do espaço é: “feito à mão”, todos os cantos tem algo de especial a partir da mistura da tradição com tecnologia, do artesanal com o industrial, do amador com o profissional e do rústico com o moderno. A população sebastianense está convidada a participar das atividades do espaço a partir de janeiro de 2019.

SERVIÇO
Data: 25/01 (sex) às 20h Show do Mestre Lumumba
Entrada franca

Data: 26/01 (sáb) às 10h Oficina Mestre Mulumba
Entrada franca

Data: 26/01 (sáb) às 20h show da cantora Doralyce
Entrada franca

Data: 28/01 (seg) às 19h Bicicletada
Entrada franca

Data: 28/01 (seg) às 20h Filosofando
Entrada franca

Data: 28/01 (seg) às 21h Cine Navegador
Entrada franca

Data: 29 (ter), 30 (qua) e 31 (qui) de janeiro às 19h Oficina de dança Contato e Improvisação
Investimento R$100,00
Inscrições: www.circonavegador.com.br

Oficinas do mês de Fevereiro:
Terça-feira Mímica, quarta-feira Circo e quinta-feira Teatro das 19hs às 21h
Entrada franca
Inscrições: www.circonavegador.com.br

Local: Espaço Cultural Circo Navegador
Endereço: R. Prefeito Mansueto Pierotti, 826 – Vila Amélia – São Sebastião.
Reservas e informações: 12-3892-2589 ou 12-98173-4402
www.circonavegador.com.br
www.facebook.com/CircoNavegador

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam