Caraguatatuba pede socorro; ” Amigos, preciso de ajuda da comunidade para combatermos juntos a epidemia de Dengue “diz o prefeito Antonio Carlos

Tivemos um aumento dos números de casos confirmados da doença em comparação ao mesmo período de 2014 e também crescimento expressivo no número de atendimentos relacionados à Dengue nos primeiros meses deste ano

Tivemos um aumento dos números de casos confirmados da doença em comparação ao mesmo período de 2014 e também crescimento expressivo no número de atendimentos relacionados à Dengue nos primeiros meses deste ano

Caraguatatuba, no litoral norte de São Paulo, chegou a 904 casos confirmados de dengue, segundo o último balanço da prefeitura nesta segunda-feira (09). O número representa um aumento de 19% no número de pessoas diagnosticadas com a doença em apenas uma semana.
Segundo a secretaria de Saúde, o município registrou 2.344 notificações da doença desde o início do ano. Do total, 458 casos ainda estão em investigação e uma morte pela doença já foi confirmada na cidade. Outros 982 casos de suspeita foram descartados.
O avanço da epidemia, Caraguatatuba tem intensificado as ações de combate à dengue com operação especial. Entre as ações, estão serviços de capina, varrição e bloqueios, como a retirada de criadouros de dentro das casas e nebulização.
“Amigos, preciso da ajuda de toda a comunidade para combatermos juntos a Dengue. Ontem assinei o Decreto 246, que declarou estado de emergência e de calamidade pública para execução de ações necessárias à prevenção e ao combate da Dengue.
Tivemos um aumento dos números de casos confirmados da doença em comparação ao mesmo período de 2014 e também crescimento expressivo no número de atendimentos relacionados à Dengue nos primeiros meses deste ano.
Com o estado de emergência e de calamidade pública, a secretaria de Saúde está autorizada, quando necessário, a permitir a entrada dos agentes em casas fechadas, abandonadas ou imóveis onde o proprietário se recusa a abrir e permitir o acesso às dependências, além de outras medidas que vocês podem conferir no site da prefeitura: http://goo.gl/HZrHGE.”
Para mais informações, entrem em contato com o Disque Denúncia do CCZ – (12) 3887-6888/2159. Conto com a colaboração de vocês.

Foto:Divulgação/PMC

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam