Antonio Crepaldi o policial civil que foi assassinado cruelmente na praia de Juquehy esta sendo velado hoje (25) em São Sebastião

O policial civil Antonio Crepaldi, escrivão da Delegacia de Polícia de Boiçucanga de 52 anos, baleado após tentar impedir um furto a uma casa, morreu na noite deste domingo (24) no Hospital de Clínicas em São Sebastião

O policial civil Antonio Crepaldi, escrivão da Delegacia de Polícia de Boiçucanga de 52 anos, baleado após tentar impedir um furto a uma casa, morreu na noite deste domingo (24) no Hospital de Clínicas em São Sebastião

Policial civil Antonio Crepaldi que era escrivão da Delegacia de Polícia de Boiçucanga na Costa Sul de São Sebastião, morreu por volta das 22h deste domingo (24) após ser baleado por três bandidos na praia de Juquehy.
O velório ocorre no Centro de São Sebastião e o corpo deve ser levado para Itupeva no interior de São Paulo.
A polícia já tem a identificação dos bandidos, mas não pode divulgar para não atrapalhar as investigações.
Foto: Divulgação

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*

Protected by WP Anti Spam